[Entrevista com Rogéria Vieira]: A importância da Atividade Física na Vida e na Saúde

O Instituto Crescer dá início, agora, a uma série de entrevistas com profissionais da área da saúde e administração, nas quais abordaremos temas de interesse de todos e levaremos mais informação de qualidade aos leitores de nosso site. Começamos esta série com a Professora Rogéria Vieira, proprietária da academia Rogéria Vieira, localizada na  Rua Ataualpa Dias Maciel, 377 – Bairro Rosário, Patos de Minas, Minas Gerais.  O telefone da academia é: (34) 3821-0564.

Rogéria Vieira

Rogéria Vieira formada em Ed. Física, especialista em Aprendizagem Motora pela USP – São Paulo.

Esequias Neto – Para começar, gostaria de pedir que falasse um pouco sobre sua escolha profissional. O que te atraiu na ideia de se tornar uma educadora física e professora de dança?

Rogéria Vieira – Bom, minha história nesta área é bastante antiga! Aos 13 anos de idade ingressei em aulas de Ballet clássico, com Rosana Romano. Era um sonho de criança ser bailarina. Aos 15, me apaixonei pelo jazz e foi onde eu mais me identifiquei. Aos 17 anos já estava dando aulas desta modalidade e também de ginástica aeróbica e localizada na academia Lucia Queiróz. Desde então, minha vida é dedicada à arte da dança e ao fitness de modo geral. Sempre busco me aperfeiçoar em cursos, congressos, simpósios, etc., pelo menos duas vezes por ano.

E.N. – A academia Rogéria Vieira é, atualmente, considerada uma das melhores da cidade. Como e quando surgiu a ideia de montá-la?

R.V. – A Academia Rogéria Vieira já existe há alguns anos, para ser mais exata, desde 1997. De 2000 a 2004 funcionamos “dentro” do caiçaras country clube. A partir de 2005, só que reinauguramos a academia em outro endereço , porém trabalhávamos somente com dança e ginástica localizada, jump, step e fitball. No início de 2011, senti a necessidade de mudar de endereço para melhor atender às necessidades das alunas de dança e ginástica. Foi quando começou a procura incessante por musculação. Isto me despertou para fazer o investimento também nesta área e desde maio de 2011 estamos em pleno funcionamento. Desde a inauguração, nossa proposta é sempre prestar os melhores serviços e atender aos alunos com conhecimento e responsabilidade.

E. N.– Em sua percepção, quais os principais motivos que levam alguém a tomar a decisão de procurar uma academia?

R. V. – Normalmente, a primeira necessidade é a perda de peso, principalmente entre as mulheres e entre os homens, ganhar massa muscular. Mas, de um modo geral, tenho percebido uma mudança, mesmo que num ritmo pequeno ainda, de pessoas que querem melhorar sua qualidade de vida e saúde. Fico feliz quando isso acontece, pois nem sempre a estética é referência de saúde!

E. N. – Quais os benefícios da atividade física para a vida de forma geral?

R. V. – Quem pratica exercícios físicos de maneira regular, normalmente possui mais disposição física e psicológica para as atividades cotidianas . Os resultados são percebidos rapidamente em função de vários hormônios ligados ao bem estar, que são liberados durante e depois da prática: endorfina (que diminui o estresse e a ansiedade, aliviando as tensões e sendo até recomendado no caso de depressões leves), GH (hormônio do crescimento), TSH (hormônio tíreo-estimulante) , testosterona, estrogênios, insulina, dentre muitos outros.

E. N. – E para a saúde?

R.V. – Nossa, são tantos! Mas só para enumerar alguns:

· Melhoria no condicionamento cardiovascular;

· Diminuição de gordura corporal;

· Melhoria da mobilidade articular;

· Melhoria da resistência física;

· Aumento de força muscular;

· Aumento da densidade óssea;

· Melhoria na autoestima;

· Diminuição de casos de depressão;

· Socialização;

· Alivia o estresse;

· Diminui a ansiedade;

· Melhoria de humor

· Melhoria de disposição para o trabalho;

· Diminuição de dores nas articulações;

· Melhoria da postura;

E. N. – Em sua percepção, o que leva alguém a desistir da prática de exercícios físicos e como contornar estes fatores?

R. V. – Nem todas as pessoas gostam ou sentem necessidade de praticar exercícios físicos. Existem fatores motivacionais e outros de ordem física mesmo.

Acredito que o principal fator seja a falta de informação em relação à saúde. As exigências e metas de corpos perfeitos, sarados e magros que a mídia propõe, são muito difíceis de serem alcançados. A falta de instrução adequada pode afastar para sempre um aluno.

Nós, educadores físicos, somos profissionais da área da saúde. Portanto, devemos cuidar para que nossos alunos não adquiram lesões durante as práticas. Algumas dessas lesões podem afastar temporariamente ou para sempre estes alunos.

O imediatismo também é um fator agravante. Normalmente o aluno quer e exige um resultado imediato, para “ontem”, por que precisa viajar para a praia e quer emagrecer 10 quilos em 2 semanas. Isso é impossível, fisiologicamente falando, e este aluno, com certeza, ficará decepcionado, desmotivado e com a autoestima baixa porque não conseguirá atingir esta meta em tão pouco tempo. Exercício físico tem que ser hábito diário, como tomar banho e escovar os dentes.

E preciso divulgar que exercício é saúde física e mental! Não precisamos ter corpos perfeitos. Precisamos ter saúde! Todos nós envelheceremos um dia e é melhor que tenhamos saúde por mais tempo!

E. N. – Qual a diferença entre a prática de atividade física sem orientação e uma prática orientada por um educador físico? Existem riscos em exercitar-se sem supervisão?

Como disse anteriormente, é um risco o aluno praticar exercícios sem supervisão. Além do risco de lesões nas articulações ou grupos musculares inteiros, existe a questão da postura, do posicionamento correto da coluna, do quadril, dos joelhos. O corpo é uma cadeia de músculos, ossos e articulações interdependentes e deve ter seus limites pessoais respeitados e observados por um profissional.

Acredito que pessoas que praticam exercícios sem supervisão são mais propícias a lesões do que as outras. Principalmente se elas já são portadoras de alguma lesão articular ou desvios de coluna (que são muito comuns). Podem utilizar cargas inadequadas, posturas erradas e, na maioria das vezes, nem sabem qual músculo estão trabalhando, pois não têm consciência corporal suficiente em função da falta de orientação!

AGENDAR AVALIAÇÃO

    Consulta de Avaliação

    Preencha o formulário abaixo para marcar uma consulta de avaliação inicial e confidencial com um retorno de chamada.

    Mais info? Contate-nos!